RELIGIÃO E OS VIAJANTES

Viajantes têm muitas características comuns, uma delas é a questão da religião. Normalmente eles não têm uma. Muito porque depois de conhecer tantas religiões e seitas acabam percebendo que elas são muito mais um fator social e regional que algo, que realmente leve de encontro a um ser superior/desconhecido/inexplicável. Muitos até preferem a intenção de ser ateu, justamente para não ter que seguir uma imposição religiosa.

Ventiane 31a

As religiões estão diretamente ligadas à mídia, seja ela grande ou pequena, televisiva, on line, ou escrita no papel. Através destas são feitas as propagandas, boas ou ruins. Desta forma quando se observa de fora, como um Viajante, tem-se nitidamente a visão por que tal grupo, tal região aderiu a dita religião. Eu, particularmente não gosto que falem mal, nem façam brincadeiras com nenhuma religião, muito porque acho que ofende os fiéis.

Ventiane 3a

Em conversas, alguns chegam a pensar que sou católico, outros que sou evangélico, outros que sou budista, outros que sou muçulmano, outros que sou espírita. Isso devido quando alguém começa a falar mal de uma religião, me coloco na posição de fazer uma análise mais ampla do que é esta religião e porque tem seus fieis… e sempre vem a indagação:

– Mas você está defendendo essa religião!

E acabo sendo obrigado a ser rude e dizer:

– Eu não estou defendendo, apenas querendo te expor sua ignorância e arrogância em não respeitar a fé de outrem.

Benares

A pouco foi eleito um novo Papa, o maioral da Igreja católica, o que se observa:

Nada de diferente: Toda mídia sem noção errou, e os que ela “papageiam” (do verbo papageiar = papagaio = não existe):

O papa é negro = Jesuíta (vestes escuras)

O papa é Pedro, e a ortodoxia será feita.

“Ninguém muda o que está escrito, e pouquíssimos sabem ler”

Cafayate1

Vinte dias atrás uma pessoa me disse quem seria o eleito, não seu nome, mas sim qual seria e porque. Mais um tanto de profecias que conheço, era óbvio quem seria… e assim foi. Nome, país, questões sociais, intenção isso nada mais são que desvios que a grande mídia, por sua ignorância de jornalistas/reporteres, coloca como sendo importante, o fato é outro.

Oberhofen

Entretanto, o catolicismo é uma questão, em sua prioridade do ocidente. No oriente a realidade é bem outra. E também os “senhores” do Vaticano sabem, e muito bem, que o catolicismo não é a maior religião do mundo. Devoto é quem dá o dizimo, e o católico moderno em sua maioria, não dão dizimo, e igreja vive de dízimos, sem ele a sua estrutura fali. Por isso a Igreja católica é uma Igreja falida, opostamente do que pensam a massa e os mal informados da grande mídia.

SONY DSC

Bem, tudo isso pouco importa, pois um Viajante só quer viajar e observar as culturas, mas ele também gosta de confrontar o que é dito pelos meios de comunicação, bem como o que é repassado pela massa. Na questão de religião a pergunta é simples, pois a resposta sai do coração e conhecimento da vida pessoal:

estatua

Em caso de fazer um negócio, ou ter que deixar um ente querido para ser cuidado, com quem é preferível deixar sob a guarda:

Um Padre, um Pastor evangélico, um Pai de Santo, ou um Monge budista?

Dessa resposta sai qual é a religião mais confiável para você.

,